Gatto Matto Tattoo Studio

Desde 1987

A filosofia e a linha de ação do estúdio é o trabalho com ética e respeito, dentro dos padrões sanitários que a profissão exige, e o estímulo à prática da convivência harmoniosa entre artistas em clima de amizade, confiança e alegria, agregando as evoluções técnicas e artísticas da profissão ao velho e bom estilo de tatuar que acabou por formar a “família” Gatto Matto.

História

A história do Gatto Matto Tattoo Studio começa em 1986 quando Marco Lima, à época tatuador auto-ditada cursando desenho publicitário na Escola Panamericana de Artes, termina seus estudos universitários e decide viajar à Europa para reforçar o aprendizado de idiomas, conhecer novos países e ampliar o horizonte técnico e artístico no âmbito da tatuagem por meio de intercâmbio com outros artistas.

Seu primeiro destino é a Espanha, onde trabalha em Ibiza com Luca Bernachia, italiano de Bologna, e Tony, do estúdio holandês Hanki Panki Tattoo; Mao, do Mao and Cathy Tattoo Studio, em Madrid; e Antonio Yepes, na cidade de Valência, com quem ainda, por um período, percorre o país tatuando em um furgão itinerante, preparado com todos os equipamentos sanitários necessários para tatuar com higiene e segurança. Depois de uma breve passagem pela França e Inglaterra, Marco viaja à Itália e em La Maddalena, ilha turística da Sardegna, funda o Gatto Matto Tattoo Studio (nome dado em homenagem a sua gata preta, presente de um amigo, e que significa “gato doido”), onde permanece por 8 anos, trabalhando com turistas de toda a Itália e Europa e militares americanos de uma base de submarinos ali localizada. É lá que seu estúdio e, principalmente, sua carreira como tatuador profissional se consolidam, chegando inclusive a conseguir o primeiro alvará oficialmente expedido para um Estúdio de Tatuagem Profissional na Itália, tendo com isso contribuído para a profissionalização e propagação da arte da tatuagem nesse país e tornando-se bastante conhecido entre tatuadores e adeptos da tatuagem.

Após 4 anos na Itália decide fixar residência também em Roma, onde abre seu segundo estúdio e começa a formar a equipe Gatto Matto para atender a demanda crescente dos dois estúdios, que até hoje funcionam em La Maddalena, sob gestão de Gabrielli Antelmi (artista com formação e influência do desenho de Cartoon) e em Roma, sob gestão de Sérgio Lima, irmão de Marco, facilitando o intercâmbio de artistas entre o Brasil e a Itália.

Nessa ocasião Marco passa também um período na Austrália, onde trabalha com Tony Cohen no Ilustrated Man Tattoo Studio, tradicional estúdio australiano, e frequentemente regressa ao Brasil, onde também trabalha durante o verão (inverno europeu) em Arraial D´Ajuda, Porto Seguro, Bahia.

O encontro de Marco com Lelo (Marco Aurélio) em Arraial D´Ajuda, nos idos dos anos 90, marcaria o início de uma parceria de sucesso profissional e uma amizade duradoura. Estava lançada a semente do Gatto Matto Brasil, que em 1996 abria suas portas em Campinas, enquanto Lelo, Marco, e seu irmão Fábio (que atualmente tatua em Sidney, Austrália) alternavam trabalhando na Itália, Austrália, Arraial D´Ajuda e na “filial” em Campinas.

Com o crescimento e o reconhecimento profissional a “filial” campineira se torna a “matriz” e vem a necessidade de reforço no quadro de artistas do Gatto Matto Campinas, que após receber alguns tatuadores do Brasil e também do exterior chegou a atual equipe, com Marco na administração.